POSSO ME BENEFICIAR DA RETENÇÃO DE DIREITO DE RESIDÊNCIA NO REINO UNIDO?

Por Vitoria Nabas, sócia fundadora e Roberta Tiberi, assistente jurídica do Vitoria Nabas and The International Team, gunnercooke.

 

Se você acha que perdeu o seu direito de viver no Reino Unido porque a sua relação com um cidadão EEA (European Economic Area) chegou ou está chegando ao fim, leia este antigo antes de fazer as malas, pois você pode estar entre aqueles que são elegíveis a solicitar a chamada retenção de direito de residência.

Pessoas que viviam ou vivem com um cidadão EEA no Reino Unido, que se divorciaram, ou que estão para se divorciar, ficaram viúvas ou o cidadão EEA deixou o país, podem ter o direito de solicitar a retenção. Pessoas que têm a guarda unilateral ou compartilhada de um filho fruto do casamento com o cidadão EEA ou que sofreram violência doméstica, também podem se beneficiar.

Essa rota se aplica seja para cônjuges seja para filhos de cidadãos EEA.
O direito não é automático, e será preciso juntar vários documentos e cumprir com várias regras antes de fazer a solicitação. Uma delas, por exemplo, é ser auto-suficiente e capaz de se manter sem a ajuda do governo. As chances de sucesso irão, como sempre, depender da situação em que a pessoa se encontre e de cumprir ou não com todas as exigências legais.

Apesar de as pessoas muitas vezes se assustarem e se desanimarem com as exigências dessa rota, vale sempre a pena tentar, pois conseguir a retenção significa garantir o direito de continuar no país e, futuramente, sempre que cumprindo as exigências, solicitar a cidadania Britânica.

Se você acha que pode se encaixar em um dos casos acima, não perca tempo e entre em contato conosco para avaliarmos a sua situação.

 

Vitoria Nabas, sócia fundadora e Roberta Tiberi, assistente jurídica do Vitoria Nabas and The International Team, gunnercooke.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *